Categorias
Blog

Conheça 4 motivos que levam os clientes a ficarem inadimplentes

Conhecer os motivos de inadimplência é útil para a saúde financeira de toda atividade, seja comercial ou do ramo dos serviços. Isso porque saber o que leva o cliente a não pagar uma dívida ajuda na hora de negociar a retomada dos pagamentos. Retomada que é benéfica à empresa e ao consumidor.

O devedor lucra, pois tem seu crédito restaurado. Já o negócio ganha ao normalizar o fluxo de caixa e voltar a contar com um bom pagador na carteira de clientes.

Vamos então aos 4 principais motivadores da inadimplência no país!

1. Desemprego

Os números da inadimplência assustam: somente até março de 2016 eram 58,7 milhões de pessoas com o nome inscrito em cadastros de proteção ao crédito. Esse levantamento foi feito pelo SPC Brasil, e inclui pessoas entre 18 e 95 anos.

Ainda segundo o órgão, por meio da pesquisa realizada em parceria com a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), 38 % dos inadimplentes — e ex-inadimplentes — deixaram de pagar dívidas por terem ficado desempregados.

Isso representa quase a metade dos devedores com restrições de crédito. Ou seja, o desemprego ocupa mesmo o primeiro lugar no ranking dos motivos de inadimplência no Brasil.

2. Diminuição de renda

Mais um motivo que aparece como desencadeador de dívidas na pesquisa do SPC Brasil é a queda na renda. Note que esse fator ocorre não só pela diminuição de salários, sendo gerado ainda pela perda do poder de compra dos consumidores em função da inflação.

3. Descontrole financeiro

Cartão de crédito usado sem critério e empréstimos junto a instituições financeiras tomados sem o devido planejamento: dois vilões das finanças do brasileiro. Veja que tanto o cartão de crédito quanto o cheque especial (e demais tipos de financiamento disponíveis ao consumidor) podem gerar parcelas.

E o perigo reside aí: no comprador comprometer grande parte da sua renda e acabar devedor. Isso é o que demonstram os dados do SPC Brasil e CNDL.

4. Atraso no salário

Um abalo atual engrossa os níveis da inadimplência no país: o atraso no pagamento dos salários de funcionários públicos em diversos estados brasileiros. Além dos salários, aposentadorias e outros benefícios estão sendo pagos atrasados, em várias regiões brasileiras.

Citamos como exemplo o Rio de Janeiro, um dos estados em que o setor público enfrenta dificuldades para fazer frente ao pagamento de pessoal.

Diante dos quatro motivos de inadimplência acima expostos, o que fazer antes de conceder crédito? Fique atento às dicas que vêm a seguir:

  1. incentivar os pagamentos pontuais de parcelas — com premiações ou outros estímulos;
  2. checar detalhadamente a situação de crédito do cliente;
  3. fazer análise minuciosa de documentos pessoais — comprovantes de renda e endereço, principalmente;
  4. avaliar com a maior precisão possível o histórico e a capacidade de pagamento do comprador.

Destacamos também que conhecer os motivos de inadimplência ajuda a traçar estratégias, reconhecer e avaliar os diferentes perfis de consumidores. E para aqueles casos em que partir para a cobrança é o único caminho, recorrer à cobrança digital é tornar o processo mais ágil, personalizado e eficiente.

Continue lendo e saiba como diminuir a taxa de inadimplência na empresa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *